Josef Koudelka

Captura-de-Tela-2011-12-20-às-22.12.43
O mundo muda ao redor do mundo e você acompanha tudo em tempo real.

Mas em 1968, a vida era outra. E Josef Koudelka, apenas um fotógrafo de 30 anos sem menor relação com o fotojornalismo. Até que chegou a Primavera de Praga. Câmera na mão ao longo dos dias e o resultado: uma série de fotos históricas. Que foram enviadas para fora da Tchecoslováquia e publicadas pela Magnum. E, por questões de segurança, assinadas pelo “fotógrafo checo desconhecido”. Com essa série, ele ganhou o prêmio Robert Cappa. Sua identidade só foi revelada 16 anos depois.

“Prague 68” é a exposição que roda o mundo com este trabalho – vi no ano passado, em Buenos Aires e entrou para minha lista de “coisas lindas desse mundo”. Agora está em Moscou, torcendo para que , em algum momento, chegue por aqui. Na exposição, um pequeno filme documental mostra Koudelka fotografando em cima de um dos tanques das tropas do Pacto de Varsóvia.”Prague 68″ é também o livro editado pela Aperture Foundation.