Nossos vazios

O nosso amor não está aqui para dar certo
Nenhum amor está aqui para dar certo
Amar, se despedaçar em algum momento
Mesmo que seja o último de todos
Amar é se distrair de tudo o que falta
É brincar que a única falta que existe é a do outro
Quando eu digo que te amo
Quando você diz que me ama
Todos os nossos vazios se calam
Eles, que já viveram muitas vidas
Eles, que já moraram em muitas casas
Eles, que frequentaram todos os ocos
Descansam quietos ao pé da nossa cama
Sabem que sempre estaremos de volta
E, novamente, vamos lhe encher de afagos