Da sua mentira, cai

Quando era asa nadei
Na correnteza do vento
No chão, rainha é a areia
E os grãos que tudo devoram

Quando era asa voei
Da sua mentira, cai

‪#‎cabopolonionovembro2015‬

Publicado por jô hallack

caótica, escritora, jornalista, roteirista, o outro blog é o defeito.com, rio de janeiro.