O método Marie Kondo aplicado ao amor

kono

Eu abri o meu guarda-roupa e vocês todos caíram no chão do quarto. Estavam ali amassados, que nem o Robert Smith no “Close to me”. Lembra? Teve uma noite que a gente ficou na cama vendo este clipe tipo um milhão de vezes. Mas agora vocês estão todos ali, no chão meu quarto. Porque hoje é dia do “Método Marie Kondo aplicado ao amor”. Marie Kondo vendeu dois milhões de livros com sua metodologia de arrumar a casa. Que consiste, basicamente, em se livrar. Abrir seu armário e tirar todas as roupas fazendo uma grande montanha (sim, é este o método). E depois jogar fora todas as que não te dão felicidade. Ficar apenas com as parecem contentes em seus cabides. É por isso que vocês estão aqui, garotos. Basicamente, eu estou querendo me livrar de vocês. “O critério é o mesmo de sempre: provocar uma sensação de prazer ou não. Lembre-se que é preciso tocá-los”, diz a japonesa. E é o que eu faço, deslizando as minhas mãos sobre vocês. Talvez eu ainda guarde um ou dois, mas saibam que hoje é dia de faxina. Sem ressentimentos, vocês serão sempre um pouco em mim, parte do que eu me tornei, mesmo que em forma de cicatriz. Não fiquem assim, tá tudo certo. Apenas riam e escondam as lágrimas nos olhos. Because boys don’t cry.