Oliver Sacks, obrigada, querido

Meu querido Oliver, O dia mal começou e eu já estou chorando. Não, você não pegou a gente desprevenido, sabíamos que essa hora chegaria logo. Só estávamos fingindo que não. Só fingindo que você estaria sempre por aqui, sendo amoroso com a gente, a gente que frequenta os consultórios neurológicos. Quantas vezes não peguei umContinuar lendo “Oliver Sacks, obrigada, querido”

Menininhas requebrando encantadas (o caralho)

Tava lá eu lendo um artigo bem bacana sobre música. Mas ali, quase no final, nos quarenta e cinco do segundo tempo, veio a seguinte frase. “A animação do público atinge o auge sei lá quando com as menininhas requebrando encantadas.” E o lance ficou ecoando na minha cabeça: “menininhas requebrando encantadas”, “menininhas requebrando encantadas”,Continuar lendo “Menininhas requebrando encantadas (o caralho)”

Sorveteria

Eu levei os meus monstros para passear Fomos tomar sorvete Provamos todos os sabores e ainda repetimos Sentamos no banco da praça Nos divertimos vendo as crianças, os velhos e os namorados Foi uma tarde boa E de noite eles: BÚ!

Num passe

É pra tomar um passe de mágica até que tudo passe Talvez você não passe de mágica e um dia isso passe Que todo passe é mágica Que tudo passe é mágica Que o amor não passe. De mágica. De mágica. De mágica Num passe de mágica.