À porta

O passado bateu à minha porta E eu abri pensando que era a pizza O passado bateu à minha porta E eu falei: não tem ninguém em casa! O passado bateu à minha porta E me entregou uma pilha de cartas antigas No passado ainda escrevíamos cartas Cartas antigas para amores velhos O passado bateu…

Oliver Sacks, obrigada, querido

Meu querido Oliver, O dia mal começou e eu já estou chorando. Não, você não pegou a gente desprevenido, sabíamos que essa hora chegaria logo. Só estávamos fingindo que não. Só fingindo que você estaria sempre por aqui, sendo amoroso com a gente, a gente que frequenta os consultórios neurológicos. Quantas vezes não peguei um…

Esconde-esconde

Tentei ver por onde você andava dentro de mim. Eu sabia que tinha escondido, escondido em algum lugar bem escondido para que ficasse difícil de achar. Era um cantinho ali disfarçado e eu ainda fui colocando um bando de coisa por cima, uma roupas velhas para doar para o abrigo, todas as minhas tarefas de…

Posso te pedir uma coisa?

É de álcool, é de graça De desejo, de cachaça É de medo, de incerteza De amor, de ver beleza “Posso te pedir uma coisa? Posso te pedir uma coisa?” “Queria te ver, te ver, te ver. Eu queria te ver” Você está borrado Você está borracho E de longe diz assim “Queria te ver, te…

Menininhas requebrando encantadas (o caralho)

Tava lá eu lendo um artigo bem bacana sobre música. Mas ali, quase no final, nos quarenta e cinco do segundo tempo, veio a seguinte frase. “A animação do público atinge o auge sei lá quando com as menininhas requebrando encantadas.” E o lance ficou ecoando na minha cabeça: “menininhas requebrando encantadas”, “menininhas requebrando encantadas”,…

Qualquer coisa ou uma praia na Bahia

– Fica assim não – diz o monstro, fazendo o amigo. – Vamos brincar daquele nosso jogo preferido que eu acabei de inventar. – Você tá falando do “qualquer coisa ou uma praia na Bahia”? – Sim, é disso mesmo que eu tô falando! – Começa você. – Nova York ou uma praia na Bahia?!…

Sorveteria

Eu levei os meus monstros para passear Fomos tomar sorvete Provamos todos os sabores e ainda repetimos Sentamos no banco da praça Nos divertimos vendo as crianças, os velhos e os namorados Foi uma tarde boa E de noite eles: BÚ!

As minhas dores

Quando cheguei, ali estavam. Vivas. Ainda sangravam mas me receberam com o mais doce dos abraços. E em troca do meu carinho, me deram todas as maravilhas. Tudo brilhava, tudo era amuleto. Aos sussurros, disseram que eu precisava ir, sem medo. Foi um único salto. Impreciso e trêmulo. O que veio depois eu chamei de…

Nossos trecos e troços

Tem muito tipo de pessoa por aí. Existem pessoas que têm trecos e troços. Treco é diferente de troço, embora nem eu mesma tenha chegado a uma conclusão exata sobre isso. O troço é uma criatura fiel, sempre te acompanha, até nos piores programas. Alguns ganham nomes científicos e posologia recomendada. Outros, pairam por aí…

Rota

Não existe coisa mais linda nesse mundo. Ele abre o porta-luvas daquele gol amarelo e – sem precisar se virar – lhe estende a mão com um pacote de lenços de papel. – Vamos para onde? E para onde íamos mesmo? Íamos para a Lua, para a Cidade do México, para as selvas escondidas do…

Num passe

É pra tomar um passe de mágica até que tudo passe Talvez você não passe de mágica e um dia isso passe Que todo passe é mágica Que tudo passe é mágica Que o amor não passe.  De mágica. De mágica. De mágica Num passe de mágica.

Carta a Plutão

Já aconteceu com todo mundo e a gente sabe como dói: um dia você é a rainha da cocada preta, o fodão do Bairro Peixoto, o amor da minha vida, a última bolacha no pacote. No outro, simplesmente, está fora.  Um dia você é um planeta parte do nosso sistema solar, rodando feliz ao redor…