De maistextos

Mea Culpa do Macho #AgoraÉQueSãoElas

Ocupando a coluna do Xico Sá no El Pais. Ali no começo dos anos 1990, o fanzine 02 Neurônio, de acento punk-rock-feminista, já empoderava o movimento e organizava o carnaval, com muito David Bowie, na Torre do Doutor Zero, bar dançante e moderno de SP. No comando da publicação, o power trio composto por Nina Lemos, Raq Affonso e Jô Hallack. Cada uma ao seu estilo, as meninas seguiram com Bowie & Beauvoir e muita sátira de costumes. Como veremos agora na crônica de Jô, que ocupa, sem favor algum, esta coluna no embalo do #AgoraÉQueSãoElas: Mea-culpa do macho Por…

Da sua mentira, cai

Quando era asa nadei Na correnteza do vento No chão, rainha é a areia E os grãos que tudo devoram Quando era asa voei Da sua mentira, cai ‪#‎cabopolonionovembro2015‬

no fundo

Não dá pé mas flutua Não dá pé mas flutua No fundo não dá pé Mas flutua  

Água tônica *

– Nunca me senti tão leve. – É? – Não me sentia assim desde que descobri minha cor favorita. – Qual é? – Verde. – E agora? – Descobri que o que eu gosto mesmo é de água tônica. Nunca mais vou me sentar num restaurante e ficar pensando no que pedir. Eu sou uma pessoa água tônica. – Não gosto de água tônica. Não gosto nada que misture amargo com doce. – Então você não gosta de seres humanos. Só de pandas e cães labradores. * da série “diálogos reais de amigos estranhos”

À porta

O passado bateu à minha porta E eu abri pensando que era a pizza O passado bateu à minha porta E eu falei: não tem ninguém em casa! O passado bateu à minha porta E me entregou uma pilha de cartas antigas No passado ainda escrevíamos cartas Cartas antigas para amores velhos O passado bateu…

Oliver Sacks, obrigada, querido

Meu querido Oliver, O dia mal começou e eu já estou chorando. Não, você não pegou a gente desprevenido, sabíamos que essa hora chegaria logo. Só estávamos fingindo que não. Só fingindo que você estaria sempre por aqui, sendo amoroso com a gente, a gente que frequenta os consultórios neurológicos. Quantas vezes não peguei um…

Posso te pedir uma coisa?

É de álcool, é de graça De desejo, de cachaça É de medo, de incerteza De amor, de ver beleza “Posso te pedir uma coisa? Posso te pedir uma coisa?” “Queria te ver, te ver, te ver. Eu queria te ver” Você está borrado Você está borracho E de longe diz assim “Queria te ver, te…

Qualquer coisa ou uma praia na Bahia

– Fica assim não – diz o monstro, fazendo o amigo. – Vamos brincar daquele nosso jogo preferido que eu acabei de inventar. – Você tá falando do “qualquer coisa ou uma praia na Bahia”? – Sim, é disso mesmo que eu tô falando! – Começa você. – Nova York ou uma praia na Bahia?!…

Nossos trecos e troços

Tem muito tipo de pessoa por aí. Existem pessoas que têm trecos e troços. Treco é diferente de troço, embora nem eu mesma tenha chegado a uma conclusão exata sobre isso. O troço é uma criatura fiel, sempre te acompanha, até nos piores programas. Alguns ganham nomes científicos e posologia recomendada. Outros, pairam por aí…

Rota

Não existe coisa mais linda nesse mundo. Ele abre o porta-luvas daquele gol amarelo e – sem precisar se virar – lhe estende a mão com um pacote de lenços de papel. – Vamos para onde? E para onde íamos mesmo? Íamos para a Lua, para a Cidade do México, para as selvas escondidas do…

Num passe

É pra tomar um passe de mágica até que tudo passe Talvez você não passe de mágica e um dia isso passe Que todo passe é mágica Que tudo passe é mágica Que o amor não passe.  De mágica. De mágica. De mágica Num passe de mágica.

Carta a Plutão

Já aconteceu com todo mundo e a gente sabe como dói: um dia você é a rainha da cocada preta, o fodão do Bairro Peixoto, o amor da minha vida, a última bolacha no pacote. No outro, simplesmente, está fora.  Um dia você é um planeta parte do nosso sistema solar, rodando feliz ao redor…

Lá vem o meteoro

– Tá vindo um meteoro em nossa direção! – Então me beija! – Pô, não entendeu? Tá vindo um meteoro em nossa direção – Então não fode!